Sexta-feira, 3 de Abril de 2009

O Pró

E pronto...o meu filho tornou-se um Pró da mama: dá conta dela em 6 minutos (por vezes em 4)!

Em contrapartida fica quase meia-hora de volta de um biberão de 60ml...

sinto-me: com sono
Quarta-feira, 1 de Abril de 2009

O castigo

O meu filho agora resolveu alimentar-se apenas em suaves prestações. Mama um bocadinho de nada e não quer mais, nem mama nem biberão. Meia hora depois está aos gritos, com fome, pois claro. Damos o biberão e mama cerca de 10...20ml. Com a língua rejeita a tetina e nada que façamos o obriga a comer mais. Passada meia hora está o berreiro armado. Fome.

 

Fiquei furiosa com ele e liguei ao Nuneca. É um porreiro, adoramos o nosso pediatra :)

 

Instruções: antes que nos apeteça atira-lo para qualquer lado ou devolvê-lo à proveniência, o calão do Eduardo tem de perceber que a questão da alimentação não é negociável. Estabelecemos uma hora de início, antes da qual não foi autorizado a comer. Aguentou-se. Aí mama 20 minutos e depois passamos a um biberão de 60ml. Tem uma hora ao todo para comer. Devagarinho, com calma, acordando-o se adormecer, mudando a fralda para o despertar mais... interessa é que coma o máximo durante aquela hora porque depois, só passadas duas horas, chore ele o que chorar! Ou seja... come três horas após o início da refeição anterior.

 

Custa vê-lo chorar com fome, mas espero que na 6ª feira, quando ligar ao pediatra para contar do resultado da "terapia de choque" tenhamos resultados positivos...

 

Mãe sofre...

sinto-me: exausta
Segunda-feira, 30 de Março de 2009

Sinais de inteligência

Deixa-me furiosa!

Chora desalmadamente à procura da mama e quando lha direcciono para a boca, procura-a freneticamente. Quando dá com ela, em vez de mamar, entretém-se às lambidelas e pouco suga. Depois chora desalmadamente com fome à procura do que tem na boca...

 

...quer o biberão :(

Seja com leite meu ou com leite da lata, interessa é que chegue lá rápido, àquele buraco negro que tem no sítio do estômago.

 

Quanto mais não seja, representa alguma inteligência da parte do moço: já percebeu que o bibas é "alimento fácil"...

sinto-me:
Sexta-feira, 27 de Março de 2009

Um buraco negro

Numa ecografia, já não sei qual, ao ver o meu bebé no ecrã, reparei numa mancha escura algures na barriguita dele e perguntei ao médico que buraco negro era aquele.

-Não é buraco negro nenhum! É o estômago dele... não é um buraco negro.

 

Pois digo-lhe agora, Dr. É mesmo um buraco negro! Tudo o que se aproxima daquela boquinha é imediatamente sugado!

 

É cá um comilão este meu filho...

Terça-feira, 10 de Fevereiro de 2009

Shopping

Saímos do hospital e como já tinha aqui um bicho a roer-me o estômago, fomos lanchar ao Colombo. Estranhei o F perguntar se lá queria ir mas depois percebi o porquê: é que ele agora anda com uma nova... e resolveu coleccionar miniaturas de aviões à escala 1:400 (quem conhece a nossa casa sabe que ambos coleccionamos "bonecos" e portanto não é descabido que ele tenha iniciado agora esta colecção). Então queria ir à Dentinho e ao Toys R'Us ver o que havia...

 

Depois de saciada a fome da grávida (e a gula do marido da grávida), aproveitámos para ir à Fnac comprar um livro que a avó nos pediu e como é altura de "feira do bébé" em todo o lado, dei uma vista de olhos pelos destaques da loja neste campo.

Na verdade não sou nada de comprar livros ou revistas sobre gravidez e bébés, já me bastam os obrigatórios da escola (uns com teorias obsoletas, outros com algumas válidas, outros ainda com autênticas novidades cuja eficácia me suscita muitas dúvidas..). Mas há um que me fazia piscar-lhe o olho já desde há algum tempo e nesta feira está com um bom desconto. Apresento-vos o "1,2,3 uma colher de cada vez":

 

 

O link para a sinopse está aqui.

 

O motivo pelo qual gosto tanto dele e o recomendo é porque primeiro, sou uma nódoa na cozinha. Tenho meia dúzia de pratos (cuja base é sempre a mesma- tomate, cebola e alho) que me saem mesmo bem mas é só. E dado que detesto cozinhar, não me parece que a mãozinha se aperfeiçoe para melhores dotes culinários.

Depois, ao contrário da maioria das publicações do género (livros ou periódicas), este livro é feito por portugueses e para portugueses, adaptado à realidade do nosso quotidiano. Não utilizam ingredientes dos quais nunca ouvimos falar e os pratos apresentados são de confecção rápida e simples (como convém a uma mãe de crianças pequenas).

As receitas são divididas por faixa etária e todas equiibradas do ponto de vista nutricional o que me garante que não estou a fazer asneira com os nutrientes necessários em cada refeição do meu petiz.

 

Pronto, basicamente é isto. Nós comprámos e eu recomendo.

 

.Sobre mim

.No messenger

O meu MSN
sufiland@sapo.pt

.pescar nas águas

 

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.recentemente

. O Pró

. O castigo

. Sinais de inteligência

. Um buraco negro

. Shopping

.águas passadas...

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Agosto 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.gostamos muito :)

. Ser mãe pela primeira vez...

. O enxoval (reeditado a 3 ...

.Outras águas

blogs SAPO

.subscrever feeds