Quarta-feira, 1 de Abril de 2009

Arrumar a casa

E pronto... vamos regressando à normalidade e há que pôr ordem na capoeira que isto andava sem rumo...

Aproveitando a boa vontade das avós para olhar pelo petiz, tenho andado em arrumações.

 

Comprámos uma cama individual para o quarto do besnico, que serve para hospedar uma ou outra avó nas noites em que os pais desesperam e imploram pela presença delas: esta foi uma e apesar de não ter dormido de seguida (a tendência é ir ver o que se passa quando ele chora), só o facto de não ter de andar a fazer biberões e a dar mama (havia leite meu no frigorífico) deu-me uma noite mais descansada. E isso notou-se no dia de hoje que está a ser produtivo...

 

É o fim do puerpério. É a entrada na rotina (e a falta que ela me faz...) E assim é tempo de arrumar as roupas de grávida numa caixa. Mas não estão esquecidas... dar-lhes-ei uso de novo daqui por uns dois anos :)

sinto-me: empreendedora
Domingo, 18 de Janeiro de 2009

Num Domingo à tarde

Já não me apetece sair para lado nenhum. Ontem à noite dei por mim a pensar há quanto tempo não passeio (e não falo de idas ao café ali da esquina ou ao shopping) e chego à conclusão que desde que voltámos de Andorra, nunca mais saímos para lado nenhum, nem que fosse um passeio pequeno tipo aquele que fizémos no Verão. E parece-me que nos próximos 3 meses, no mínimo, também não sairemos...

 

Eu que sou "um pé de cão" (como se diz na aldeia alentejana da minha mãe) sinto muito a falta de respirar outros ares.

O tempo que está, também não ajuda. E das dores... bom, não sei se são integralmente causadas pelo parasita residente, se há ajuda do S. Pedro.

E que resolvi eu fazer hoje?

Bom... claro que é às prestações que isto aqui não dá para brincadeiras, mas resolvi por ordem nas centenas de cd's e dvd's que andavam espalhados por esta casa (concentrados jundo aos aparelhos leitores mas, sobretudo, empilhados em equilíbrio precário nas estantes do escritório).

Não querem lá ver que tenho ali cerca de 7 dezenas que não imagino sequer o que contêm? Portanto... já se adivinha o que eu e o meu filho passaremos a tarde a fazer: eu a ver um a um para escrever o conteúdo, ele a pontapear-me como quem diz "eiii!!! Olá! Olá! Olá! Olá!" até que fale com ele e lhe dê uns miminhos...

 

Grávida sofre... :(

 

sinto-me: assim para o aborrecido
Segunda-feira, 12 de Janeiro de 2009

Trabalhos estes...

Hoje o quarto do parasita residente levou uma boa arrumação. Passaram-se roupinhas minúsculas a ferro (obrigada avó Francisca) que se amontoavam em equilíbrio precário em cima do berço.

Aqui a mãe não é nada prendada nessas questões da engomadoria (mesmo assim passou as duas dúzias de fraldas de pano que o petiz já tem) mas, modéstia à parte, é a raínha da organização de espaços (quando a isso se dispõe- o que, convenhamos, é raríssimo).

 

Olha miúdo, agora já tens a cómoda cheia, com tudo lavadinho e passadinho a ferro, um carregamento de toalhetes humedecidos, várias cassetes para o contentor de fraldas sujas, um varão do roupeiro cheio de roupas maricas e mantas engraçadas (que hão-de servir para te fazer a caminha), um cesto cheio de brinquedos de recém nascido (mesmo que não saibas para que servem, a mãe garante-te que depressa irás descobrir como é giro irritar os adultos com os sons patéticos que aquilo faz) e as mudas da maternidade devidamente separadas e colocadas em saquinhos individuais, como mandou a enfermeira Generala (não te preocupes amor, que ela tem a voz grossa e mandona mas é um coração de manteiga e um amor de pessoa).

 

O pesadelo é que:

-Falta acabar de pintar a bonecada da parede (eu sei, já devia estar mais que pronto, mas quando fico parada em pé começo a desfalecer);

-Falta passar a ferro e pendurar os cortinados;

-Falta dar destino a uma série de livros infanto-juvenis que estão a ocupar espaço na estante e que não vão fazer falta nos próximos 3 a 4 anos);

-Falta arrumar devidamente as pequenas coisas que ainda andam por ali fora do sítio;

 

Por vezes penso que o puto há-de nascer e o quarto ainda não estará em condições...

sinto-me: muito, muito cansada
Quarta-feira, 17 de Dezembro de 2008

O amok

Eis que chegou a altura de que tanto ouvi falar: está a dar-me o amok das arrumações.

 

Parece que a minha cozinha vai parecer nova... pelo menos dentro dos armários que ando a reformular.

O puto é que se queixa: depois de 2 simples horinhas ali (das quais uma foi mais ou menos sentada a planear alterações) eis que sou brindada com 2 valentes contracções. Deve ter sido uma por cada hora... hehehe

Agora estou à rasquinha do esterno

 

Pronto, mas acho que vai ficar tudo "supimpa"

sinto-me: inspirada

.Sobre mim

.No messenger

O meu MSN
sufiland@sapo.pt

.pescar nas águas

 

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.recentemente

. Arrumar a casa

. Num Domingo à tarde

. Trabalhos estes...

. O amok

.águas passadas...

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Agosto 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.gostamos muito :)

. Ser mãe pela primeira vez...

. O enxoval (reeditado a 3 ...

.Outras águas

blogs SAPO

.subscrever feeds