Domingo, 17 de Maio de 2009

Quem tem pai...

...tem tudo.

 

Fomos ao aeroporto buscar o papá que estava desde 6ª feira em Paris numa convenção de um operador. Mas não era num sítio qualquer... não! Era na Disney!!!

 

A mamã e o papá adoram a Disney e já prometeram que no Verão do ano em que eu fizer 2 aninhos (ora se os dedos não me falham, daqui por dois aninhos, ahahaha) me levam lá a ver o Mickey.

 

Entretanto, além de um Mickey gigante colado na porta do meu roupeiro, o papá trouxe-me isto:

-Uma t-shirt gira

-Um mini Mickey

-Um mini Pluto

-Um mini Donald

-Um super Stitch

 

 

Estão a ver o Mr. Potato Head? Era uma coisa tipo "eat as much as you can", mas em versão "põe na caixa tudo o que conseguires por 15€". O papá descobriu que o senhor é ôco e encheu-o de olhos, bigodes, lábios, orelhas, enfim, uma data de coisas para eu aprender os nomes quando for mais crescidinho.

 

Trouxe ainda para a mamã:

-umas meias anti-derrapantes da Minnie

-o marcador de livro deste ano para a colecção dela que é giro, giro

 

E para a nossa casinha:

-bolas de árvore de Natal giras, giras (para juntar às 3 que já tinham trazido de outra vez que lá estiveram)

 

Trouxe uma surpresa para a minha madrinha, 2 placas magnéticas para as avós e uns docitos para os crescidos, que a mim ainda não me deixam comer nada disso.

 

Já me prometeram que quando eu lá for me vestem de Peter Pan ;)

 

Beijinhos a todos,

Edu

 

sinto-me:
Sexta-feira, 27 de Março de 2009

Do primeiro mês - uma retrospectiva

Passou-se um mês. Nem dá para acreditar.

Simultaneamente parece que foi ontem e que foi há uma eternidade. Temos vivido tanto... talvez por dormirmos tão pouco.

 

O meu corpo está quase normal, excepto pela hemorragia que continua (e estou tão farta...), por um ponto que tem um altinho e ainda me doi e pelo tamanho (agora ainda mais) monumental das minhas mamas.

Preciso de emagrecer um pouco para me sentir melhor, mas na verdade creio que peso praticamente o mesmo que pesava quando engravidei. Já era peso a mais e daí a minha necessidade de perder uns bons quilinhos.

Tive de comprar roupa, pois as "partes de cima" deixaram de servir quase na totalidade (graças aos biberões portáteis do meu filho) e as de baixo... bom, quando engravidei tinha apenas uns 3 pares de calças que me serviam. Como andávamos em treinos, achei estupidez comprar calças (sempre fui forreta com esse tipo de coisas) pois não sabia como ficaria o meu corpo depois de parir.

 

Querida Ana, se achavas que o guarda-roupa da grávida é minimal... que me dizes do guarda-roupa da puérpera? Mil vezes pior... as roupas de grávida estão grandes, as de não-grávida ainda não servem...

 

A minha alma não está tão em forma como o corpo: o bebé esgota-me completamente. Por vezes tenho pensamentos negativos, normais (dizem elas*), em que me vem tudo à cabeça, desde pensar que estávamos muito melhor sem ele, à ideia de desaparecer neste mundo sem deixar rasto para que ninguém me possa encontrar.

Para melhorar ainda mais o quadro, começo a perceber que o F está na mesma ou pior ainda que eu, o que me preocupa, pois com as minhas paranóias sei bem lidar, já com as dele...

 

Este pai foi sempre um homem de força e de pensamentos positivos. Aliás... como escrevi algures, após o parto foi ele o meu herói. Mas agora começa a desabar, talvez porque com o regresso ao trabalho o cansaço se acumule. Talvez porque o bebé está a entrar numa fase aborrecida em que se torna no tirano dos nossos dias.

 

O bebé... bom, deve estar nas nuvens, a julgar pelo tamanho. Está a crescer bem, em comprimento e peso, mas não é uma criança fácil: chora porque tem sono, chora porque não quer dormir, chora porque lhe dói a barriga, tem SEMPRE fome, detesta estar sozinho, só quer colo, colo, colo... e chupeta não é com ele. É um verdadeiro chato.

Em contrapartida é lindo. Tem uns olhos maravilhosos que me fazem derreter e sentir mal por todos os pensamentos menos bons. Tem umas mãozinhas perfeitas, uns pés bem desenhados, um umbigo bem cicatrizado... Só o cabelo é um pouco estranho, mas como está a cair, vamos confiar que a nova cabeleira seja mais agradável.

 

Assim que me lembre:

-já não chora a tomar banho;

-adora estar de rabo ao léu;

-faz umas boquinhas maravilhosas quando está para fazer cócó;

-aceita bem a comida, seja mama, seja biberão;

-dorme pouquíssimo;

-é muito ranhoso (abençoado aspirador nasal);

-já mudou a pele quase toda;

-já se ri para nós, embora timidamente;

-tem ar de ser um bébé muito alegre e feliz;

-é muito, muito manhoso (muito mesmo!);

 

Eu sei... Qualquer dia vou ter saudades disto tudo... (suspiro)

 

*"elas" são as leitoras do blogue que já passaram pela experência de se ser mãe.

sinto-me: cansada
Sexta-feira, 20 de Fevereiro de 2009

Recadinho para o meu pai

Olá Paizinho!

Queria só dizer-te (mais uma vez) que neste momento tenho mais em que pensar.

Portanto podes vir aqui para casa à vontade, podes ver televisão à vontade, mas limita-te a ver e abstém-te de me moer o juízo com comentários sobre os noticiários e política, ok?

 

É que nesta altura e dadas as circunstâncias... não há paciência!!!!

sinto-me: saturada
tags:
Domingo, 15 de Fevereiro de 2009

(ainda) dos signos

Ontem aqui a grávida contactou o João Proscrito, o meu amigo especialista em astrologia.

Então parece que o pai do rapaz, muito dado a esses assuntos esotéricos, vivia em permanente batalha verbal com o filho dado o cepticismo deste. Poderiam pensar "se não os podes vencer, junta-te a eles" mas não foi bem assim... houve uma etapa pelo meio: o João decidiu estudar afincadamente a tal "ciência" para provar ao pai, de uma vez por todas, que não havia qualquer credibilidade na disciplina. Mas acabou por se render... e juntou-se mesmo a eles (posso adiantar-vos que entre cursos e novas filosofias de vida, este rapaz mudou a sua vida por completo). Agora percebe imenso do assunto e eu servi-me disso para interceder pelo meu rebento.

-João, uma criancinha nascida aqui no nosso território, até quando é Aquário? 18 ou 19 de Fevereiro?

-Depende do ano... que ano pretendes?

-Bom... espero que seja este ainda!

(acho que aqui se lhe fez luz...)

-2009 é a 18, mas se nascer de tarde já será Peixes.

(Estou tramada...)

Mas olha... eu sei que és Aquário, só que acho melhor torceres pelo Peixes que são bem melhores de aturar.

(Não percebi...)

 

Portanto começo a assumir-me como um Aquário portador de um Peixinho-cabeçudo (sim, que aquele melãozinho de 10cm a passar aqui pelo donut interno não deve ser pêra doce...).

 

O João tentou descansar-me sob a promessa de uma carta astrológica específica para o miúdo assim que este nascer, mal hajam dados concretos como data e hora certinhas. (Diz ele que ajudará na educação e forma de lidar com o feitio)

 

Ora o único Peixe que existe neste Aquário até se tem revelado um bom companheiro nas últimas semanas: o meu pai.

Se ao início não manifestava qualquer reacção à minha gravidez (tenho a sensação que os homens nunca se convencem que as filhas crescem, sobretudo se isso implicar a admissão de actividade sexual na vida delas), agora cobre-me de atenções chegando mesmo a ser o verdadeiro chato.

Acampa serões inteiros aqui em casa quando o F. está a fazer noite, assume aqui algumas tarefas domésticas que recusa (tacitamente) a fazer em sua casa, se eu não me adiantar, telefona quase imediatamente após cada consulta ou ecografia e aí desde meados de Novembro que passou a referir-se ao pequeno como "o meu neto" ao invés de "bébé" como todos os outros se referem. Ultimamente até tem sido "o Eduardo"...

 

Este Peixe é cabeçudo mas no sentido de ser um grande "cabeça dura". É teimoso (o que não me surpreende visto que nos últimos 34 anos co-habitou com um Touro), por vezes com opiniões obtusas, orgulhoso, ferve em pouca água (vejo-o demasiadas vezes de sobrolho carregado), enfim, é aquilo a que chamo um "coquinhas".

Por outro lado não conheço ninguém com coração maior. É um homem de palavra e cujo sentido de justiça o leva a sofrimentos desnecessários, sobretudo quando toma o partido dos "fracos e oprimidos", vivendo as dores alheias.

 

Se é isto que me espera, acho que enfio o miúdo num colégio interno!!! (pronto... pronto... estou a brincar!)

 

 

sinto-me: à espera...
tags: ,

.Sobre mim

.No messenger

O meu MSN
sufiland@sapo.pt

.pescar nas águas

 

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.recentemente

. Quem tem pai...

. Do primeiro mês - uma ret...

. Recadinho para o meu pai

. (ainda) dos signos

.águas passadas...

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Agosto 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.gostamos muito :)

. Ser mãe pela primeira vez...

. O enxoval (reeditado a 3 ...

.Outras águas

blogs SAPO

.subscrever feeds